Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Desespero toma conta da máfia dentro do meio político brasileiro
Principais partidos políticos do Brasil enfrentam rachas internos diante atuação da máfia que fez roubos bilionários dos cofres públicos
30/10/2017 | 22:45
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Diante do alto grau de insatisfação da grande maioria do eleitorado brasileiro face aos desmandos e roubalheiras bilionárias dos cofres públicos onde centenas de políticos mafiosos e corruptos estão atualmente respondendo processos na justiça; começam enfrentar agora rachas internos partidários. Exemplos maiores destes embates internos estão ocorrendo dentro do PT; PMDB; PP; PSD;PSDB; PR; PDT;PSB; dentre outros partidos em que estão diante do desafio maior para a próxima eleição de 2018. Surgem diante destes graves escândalos de corrupção no país; novas siglas partidárias no sentido de desviar o foco de atenção do eleitorado como se criando novas siglas pudessem desta forma enganar parte do eleitorado deste país.

 

É cada vez maior estas resistências de siglas como PT;PMDB; PP;PSDB;PDT;PSB;PSD;PR;PTB; PCdoB; Pros e de outras siglas partidárias em atrair novos filiados e sobretudo; o desafio em manter filiados nos partidos políticos. Sem uma profunda reforma política o Brasil não avança nas soluções dos graves problemas especialmente quanto à Segurança Pública; Saúde; Educação; Geração de Emprego e Renda e reforma jurídica; tributária e fiscal. Mafiosos dentro de partidos políticos começam demonstrar certo desespero, principalmente daquele líderes políticos já presos e daqueles que estão prestes a irem parar na prisão.

 

A eleição de 2018 será uma grande oportunidade para que o eleitorado brasileiro possa de fato iniciar uma profunda mudança a começar não reelegendo muitos dos políticos carreiristas e que estão há décadas com mandatos seja no executivo ou legislativo.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2017 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar