Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
Juíza federal pede imediata prisão de deputado de Santa Catarina
Deputado Federal João Rodrigues (PSD), foi condenado a 5 anos e 3 meses de prisão em regime semi-aberto e recorre ao STF
08/12/2017 | 10:16
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A juíza federal Priscilla Mielke Wickert Piva, da Vara Federal de Chapecó (SC), enviou ofício ao Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, pedindo imediata prisão do deputado federal João Rodrigues (PSD). Como o processo contra o deputado João Rodrigues (PSD), prescreve no próximo dia 12 de fevereiro; a juíza federal almejando o cumprimento da legislação e diante do recesso do judiciário; antecipou este envio de documento ao STF.

 

O deputado federal João Rodrigues (PSD), foi condenado pela Justiça a 5 anos e 3 meses de detenção em regime semi-aberto. O parlamentar catarinense João Rodrigues (PSD), foi condenado em segunda instância pelo Supremo Tribunal federal (STF), por crimes que feriram a lei de licitações. À imprensa, a juíza federal Priscilla Mielke W. Piva, destacou que o início do cumprimento da pena em plena fase processual contra o deputado federal João Rodrigues (PSD); não implica em ofensa ao princípio de presunção de inocência e, portanto, o STF deverá tomar imediata decisão que o caso requer. Informações dão conta de que o deputado federal João Rodrigues (PSD), almeja que o caso seja julgado o mais imediatamente possível, destacando que não praticou atos ilícitos que prejudicaram os cofres públicos.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar