Quinta-feira, 21 de Junho de 2018
Mafioso vai receber aposentadoria de R$ 9,6 mil pela Câmara Federal
O ex-ministro da Casa Civil no governo Lula (PT, José Dirceu, teve aprovado pela Câmara aposentadoria de R$,9,6 mil. O mafioso vive em prisão domiciliar
23/12/2017 | 0:52
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A Câmara Federal aprovou na véspera de Natal e Ano Novo, a aposentadoria no valor de R$ 9,6 mil mensais para o ex-ministro da Casa Civil no governo Lula (PT), José Dirceu- um dos líderes da máfia e quadrilha do mensalão e em outras ações de desvios de recursos milionários dos cofres públicos em conluio com vários outros políticos mafiosos que foram descobertos em ações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.

 

Enquanto milhões de trabalhadores brasileiros desempregados enfrentam grandes dificuldades e outros milhões no sub emprego com míseros salários, mafiosos políticos envolvidos em corrupção e roubalheira do dinheiro público deste país, usufruem mesmo após serem condenados pela Justiça, serem presos, depois alguns dos mafiosos soltos por decisão especialmente de um suposto aliado dentro do Supremo Tribunal Federal (STF), neste caso o ministro Gilmar Mendes favorecer concedendo a liberdade para vários corruptos e mafiosos; usufruírem das benesses dentro de belas mansões e festejando e comemorando ações como destas de obterem gordas aposentadorias e prisão domiciliar. Ao contrário, deveriam permanecer na prisão e cumprir total o período da pena em que a Justiça Federal definira.

 

E a Câmara Federal decidiu por outro alado suspender os salários do deputado federal preso pela Polícia Federal, o mafioso Paulo Maluf (PP) e do também deputado federal Celso Jacob (PMDB), ambos agora presos. Os gabinetes de ambos foram fechados e funcionários exonerados. O deputado federal celso Jacob (PMDB), registrou uma das cenas mais ridículas deste ano, dentre tantas registradas pela mídia envolvendo principalmente políticos corruptos e mafiosos, quando Celso Jacob (PMDB), foi pego ao retornar para o presídio da Papuda, em Brasília, carregando queijo e biscoitos na cueca. Celso Jacob (PMDB)- partido que virou recentemente MDB; estava em prisão domiciliar, mas tinha que retornar à Papuda todo início da noite.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar