Segunda-Feira, 28 de Maio de 2018
Nojeira na fonte da corrupção - Operação da PF prende um dos líderes do PP
Siglas partidárias sofrem um baque diante das prisões de mafiosos e corruptos. Operação da PF prende um dos líderes do PP
24/04/2018 | 13:55
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Brasil vem mostrando ao povo deste país e ao restante do mundo o quanto a corrupção e mafiosos, quadrilhas organizadas atuam dentro de siglas partidárias diversas fulminadas pelas investigações especialmente com a Lava Jato - a maior investigação do mundo contra a máfia. Bilhões foram e ainda estão sendo roubados dos cofres públicos em todo o país.

 

Exemplo disto, a prisão de quadrilha que atuava no estado de São Paulo e que deve ter roubado mais de R$ 60 milhões nestes últimos dez anos através de esquemas fraudulentos junto ao INSS. Dentro e fora de partidos políticos a corrupção endêmica vem sendo amplamente combatida.

 

Na terça-feira (24), a Polícia Federal (PF), levou à prisão o ex-parlamentar do Partido Progressista -PP, Márcio Junqueira. E dentro do Congresso Nacional, a Polícia Federal fez buscas e apreensões nesta mesma ação conjunta com o Ministério Público Federal (MPF). O então histórico líder nacional do PP Paulo Maluf é outro mau exemplo de um político mafioso e corrupto que foi parar na prisão e que agora diante do quadro de saúde em que se encontra foi parar em regime de prisão domiciliar e passar por internação hospitalar.

 

PP sofre mais uma prisão de seus principais líderes

Foram ações de buscas e apreensões nos gabinetes do presidente nacional do Partido Progressista -PP Ciro Nogueira e do deputado federal Eduardo Fonte (PP). Nojeira na fonte de corrupção vem indignando milhões de cidadãos brasileiros. É muita corrupção sendo combatida mesmo diante de resistências estratégicas que a máfia utiliza com pressão sobre o Supremo Tribunal Federal (STF); Supremo Tribunal de Justiça (STJ); Supremo Tribunal Eleitoral (STE), Procuradoria Geral da república (PGR) e sobre as instâncias menores da Justiça nos estados; o que sequer mesmo é que a corrupção seja banida neste país.

 

Mais leis duras e não esta balela de debates que se têm visto quando das sessões medíocres do STF; STJ em que se mostram claramente resistências deste efetivo combate a corrupção no país. Nada de habeas corpus para amiguinhos mafiosos e corruptos.

 

Nada de visitinhas de amigos para mafioso que encontra-se detido em presídios e tão pouco nada de privilégios como ao do foro privilegiado criado por mafiosos com objetivo único de auto proteção. A lei é para todos os cidadãos brasileiros. A Polícia Federal e Ministério Público Federal devem manter esta atuação magnânima do combate a corrupção em todo o Brasil e a Justiça deve fazer a parte que lhe cabe.

 

Isto é: punir com rigor e não tolerar engavetando e protelando trabalhos processuais que deveriam ter ritmo bem mais rápido e não a muitos que somente vem favorecendo mafiosos e quadrilhas, principalmente daqueles que atuam ainda dentro de siglas partidárias. As eleições de outubro deste ano estão aproximando-se e é preciso urgentemente promover a faxina para que muitos mafiosos ainda venham a continuar alcançando mandato eletivo e continuar saqueando cofres públicos deste país.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar