Terça-Feira, 23 de Julho de 2019
Roraima no caos é a cara dos estados do Brasil. Tudo graças à máfia saqueando cofres públicos
Roraima sob intervenção federal diante do caos. Roraima é o típico exemplo dos estados em todo o Brasil: Corrupção e quadrilhas saqueando cofres públicos
08/12/2018 | 17:27
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Roraima sofre intervenção federal diante da profunda crise diante da roubalheira do dinheiro público. O presidente da República Michel Temer (MDB), mafioso que está deixando o governo no final de dezembro, decretou intervenção em Roraima - estado que representa a típica realidade da grande maioria dos estados brasileiros. Isto é: ações de quadrilhas dentro e fora do meio político que saquearam cofres públicos aos bilhões e arrebentaram com as esperanças de melhorias e soluções aos graves problemas sociais e econômicos da maioria do povo brasileiro.

 

Roraima vai precisar no mínimo quase R$ 200 milhões para apenas colocar em dia a olha de salários de servidores em atraso há cerca de três meses e de dívidas do Estado com fornecedores. Esta realidade triste e vergonhosa do estado de Roraima é face as inúmeras ações de quadrilhas políticas em conluio com corruptos dentro também de instância como do Tribunal de Contas do Estado de Roraima e até no Tribunal Regional Eleitoral - TRE; como apontaram diversas investigações realizadas pela Polícia Federal e Ministério Público Federal.

 

Operações investigatórias da Polícia Federal e MPF tais como: Sanguessugas; Gafanhotos e Petrolium além de outras em Roraima; são sinônimos desta roubalheira do dinheiro público em Roraima. Nestas ações de investigações das ações de quadrilhas teve envolvimento de vários líderes políticos como desde o ex-ministro corrupto e mafioso do PMDB ( agora MDB); Jucá Romero; o ex-governador do PT Francisco Flamarion Portela e até o ex-presidente do TRE de Roraima Mauro Campello que chegou a ser preso diante da decisão da Justiça; assim como foi também presa a esposa dele Larissa de Paula Mendes Campello e até a sogra Clementina B. de Paula Mendes foi parar na prisão, denunciados à Justiça por desvios indevidos de diárias. Romero Jucá (MDB), foi denunciado pela Controladoria Geral da União (CGU), por desvios de verbas públicas federal- cerca de R$ 857 mil destinados ao município de Cantá (RR).

 

A amplitude da corrupção em Roraima teve maior ritmo a partir de 1994 chegando aos recentes governos deste estado da região Norte do país. O Ministério Público Federal (MPF) e também a Polícia Federal (PF), investigaram inclusive desvios de recursos públicos em serviços de coleta de lixo num dos municípios de Roraima em que a esposa de Romero Jucá (MDB), Tereza Jucá (PPS), atuava como prefeita na época.

 

Portanto, Roraima chega ao caos social e econômico diante de ações de desvios milionários de verbas públicas ao longo de décadas. E outros estados do Brasil estão igualmente nesta situação caótica financeira ou bem próxima deste caos absoluto devido a irresponsabilidade e a práticas criminosas de quadrilhas super organizadas; bem aparelhadas em estruturas de diversas instâncias de poder público ( executivos, legislativos e judiciário).

 

Agora, diante deste caos, coloca em grandes riscos a situação do Brasil. E quem mais vem sofrendo estas consequências são as dezenas de milhares de desempregados. Outras dezenas de milhões vivendo no sub emprego com baixos salários. Milhares de micros e pequenos empresários ( muitos fechando as portas de seus estabelecimentos comerciais).

 

Por outro lado, as benesses aumentado assustadoramente para uma minoria como exemplo a própria classe política com altos salário:; auxílios moradia; verbas de gabinete para gastar da forma que o parlamentar desejar ( contratar pessoal, uso de carro; telefone; diárias, etc); sem contar ainda gastos bilionários no poder judiciário. Prefeituras com excesso de comissionados e com bons salários São mais de 1.752 destas prefeituras ultrapassando o limite de gastos somente com a folha de pagamento dos servidores. Ou seja, ultrapassando o limite da lei de Responsabilidade Fiscal - LRF. Ou seja, de responsabilidade nenhuma por parte de gestores públicos municipais desde há muitos anos.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar