Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019
Bolsonaro (PSL), pode estar aliando-se à máfia ao ter Collor ou Renan na presidência do Senado e Maia na Câmara Federal
Presidente Jair Bolsonaro (PSL), poderá ter aliados mafiosos presidindo o Senado e Câmara Federal. É a velha república dos desmandos e dos conchavos políticos
19/01/2019 | 0:03
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Demorou pouco e novamente o Brasil parece seguir as velhas tradições da velha república dos desmandos, conchavos políticos em que velhas raposas do meio político lutam para manter-se no poder. É que o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), que já está mantendo em seu governo vários emedebistas ligados ao mafioso e corrupto Michel Temer (MDB), avança agora com grandes possibilidades de ampliar a presença de mafiosos e corruptos como do ex-presidente da República Fernando Collor de Mello e também do senador mafioso e corrupto Renan Calheiros (MDB) na presidência do Senado Federal.

 

Ou um ou outro destes mafiosos poderão presidir o Senado Federal com o apoio do PSL e de partidos que começam aliar-se ao governo de Jair Bolsonaro (PSL). É o caso do deputado federal Rodrigo Maia (DEM), que também tem processos tramitando na Justiça Federal sobre acusações relacionadas à práticas ilícitas.

 

Renan Calheiros teve 18 inquéritos na Justiça sendo oito deles arquivados pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas outros dez inquéritos contra Renan Calheiros continuam tramitando na Justiça Federal. Sobre Fernando Collor, nem precisa destacar muito sobre o passado corrupto e mafioso que elegeu-se senador. Collor teve o mandato presidencial casado por um impeachment- o primeiro da história política brasileira e tudo por corrupção e formação de quadrilha.

 

São estes agora alguns dos principais aliados do governo de Bolsonaro (PSL), que anteriormente a sua eleição, dizia publicamente ser contra por exemplo ao foro privilegiado, mas que agora vê o filho senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), do Rio de Janeiro; ingressar com uma liminar no STF pedindo suspensão das investigações do ex-assessor Queiroz.

 

Nada de novo no Brasil a não ser as velhas tradições com raposas cuidando do galinheiro

É a sociedade brasileira, especialmente o eleitorado brasileiro vendo que nada ou quase nada mudou e plenos primeiros dias do governo Bolsonaro (PSL), em que até alguns parlamentares do PSL viajam à China para aproximar-se do comunismo que tanto Bolsonaro criticara e que almeja literalmente querer "acabar" com a ideologia defendida pelo ex-presidente Lula (PT), - corrupto e mafioso que está preso em Curitiba (PR).

 

Isto é: as atrapalhadas de Bolsonaro nas primeiras semanas de governo com práticas de fisiologismos; nepotismo; favorecimentos como ao da postergação de impostos às regiões do Norte e Nordeste onde a máfia no meio político mais atua desviando bilhões de recursos públicos ( basta ver inúmeras das investigações já realizadas pela Polícia Federal e Ministério Público Federal), mostra que o atual governo federal está bem próximo daquilo que governos mafiosos e corruptos anteriores praticaram ao longo de décadas neste país.

 

Transparência pública dos atos de governo e do combate à corrupção no Brasil, parecem ser coisas de outro mundo. Difícil acreditar que possa haver de fato uma verdadeira mudança e quebra de paradigmas na conduta de muitos políticos carreiristas brasileiros. Algumas velhas raposas do meio político brasileiro já estão dentro do galinheiro cuidando dos ovos de ouro.

 

O tempo dirá como os cofres públicos ficarão e já que maioria dos Estados da Federação Brasileira estão literalmente vazios - graças à roubalheira por parte de mafiosos e corruptos e boa parte graças também à incompetência de muitos políticos deste país - maioria deles aliados ou por um lado ou por outro, porém, sempre aliados. E o povo deste país ? Bem, o povo coitado do povo !

 

Desemprego aos milhões ( são quase 20 milhões desempregados); outros cerca de 35 milhões no sub emprego e mais de 55 milhões vivendo com menos de R$ 450 reais por mês, segundo dados recentes o IBGE. Assim, não há país que avance e tenha soluções na Saúde; Educação; Segurança Pública, desenvolvimento. Aliás, não se muda nada nem sequer a legislação como na questão da Lei penal mais dura contra bandidos; corruptos e mafiosos.

 

E não há mudanças por que certamente boa parcela do meio político em conluio com outros agentes públicos do Judiciário; não possuem ambos interesses em mudanças pró- positivas à Nação Brasileira. Quando alguns dos ministros do STFpor exemplo concedem habeas corpus para muitos mafiosos e corruptos, dá - se noção do que é Brasil !

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar