Domingo, 05 de Julho de 2020
MPF quer que ministro Gilmar Mendes (STF), reconsidere decisão que concedeu habeas corpus a ex-prefeito de Lages (SC)
MPF vai pedir ao STF reconsiderar decisão sob concessão de H.c. ao ex-prefeito de Lages (SC), Elizeu Mattos (MDB) condenado a 31 anos de prisão
13/01/2020 | 11:54
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Condenado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina (STJSC), a 31 anos e 7 meses de prisão; o ex-prefeito de Lages (SC), Elizeu Mattos (MDB), teve no início de dezembro passado um habeas corpus concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, livrando momentaneamente Elizeu Mattos (MDB) de parar na prisão.

 

Agora, o Ministério Público Federal (MPF), irá ingressar com pedido de revisão desta decisão de Gilmar Mendes (STF), tão logo reinicie os trabalhos do Judiciário que estão em recesso. O ex-prefeito de Lages Elizeu Mattos (MDB), foi condenado pela Justiça por crimes de corrupção ativa ( 22 vezes ); dispensa indevida de licitação; fraudes a licitação; bem como organização criminosa.

 

Elizeu Mattos (MDB), foi prefeito de Lages (SC), no período de 2013 a outubro de 2016, quando em 26 de outubro daquele ano pediu renúncia ao cargo de executivo municipal de Lages - principal polo da região da Serra e do Planalto Catarinense. Elizeu Mattos (MDB), chegou ser preso pela equipe do GAECO por determinação da Justiça de Santa Catarina. Elizeu Mattos (MDB), foi detido em 2014 ficou por dez meses numa das celas da sede do Batalhão da Polícia Militar em Lages (SC).

 

E 03 de dezembro do ano passado a 3a. Câmara Criminal da Justiça de SC expediu mandato de prisão ao ex-prefeito de Lages (SC), Elizeu Mattos (MDB). A defesa recorreu ao STF onde o ministro Gilmar Mendes concedera um habeas corpus. Elizeu Mattos (MDB), que iniciou sua carreira atuando no gabinete do então deputado federal e após senador Dirceu Carneiro ( antigo PMDB); passou também atuar no governo de Luiz Henrique da Silveira (PMDB), após elegeu-se deputado estadual e passando inclusive como sendo líder do governo de Raimundo Colombo (PSD), na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina - Alesc, além de atuar também como Secretário Regional de Desenvolvimento (SDR).

 

Elizeu Mattos (MDB) chegou ao executivo municipal tornando então prefeito de Lages (SC) no período de 2013 a 2016. A pena de reclusão de 31 anos e 7 meses é a maior já concedida à um agente político em Santa Catarina.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar