Sábado, 04 de Julho de 2020
Bolsonaro repete política da máfia de governos anteriores. Ou seja; Toma lá dá cá. Cargos para partidos do Centrão. Começou nova farra
Bolsonaro repete política mafiosa de governos anteriores. Ou seja: Toma lá dá cá. Cargos para partidos do Centrão. DNOCS foi para o PP e farra começou
06/05/2020 | 22:54
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O presidente da República Jair Bolsonaro ( se partido ), contrariando todo seu discurso antes de vencer as eleições, agora alia-se a exemplo do que fez governos anteriores ao aliar-se a partidos envolvidos em corrupção; lavagem de dinheiro; caixa dois de campanhas políticas, dentre outros atos ilícitos. Bolsonaro começou negociações com vários partidos do centrão onde concentram-se dezenas de partidos que estiveram muitos de seus principais líderes políticos; envolvidos em escândalos como desde o mensalão; Zelotes; Lava Jato dentre tantos outros sobre os desvios de bilhões dos recursos públicos deste país - dinheiro que hoje faltam para atender demandas diante desta grave pandemia e do desemprego onde mais de 25 milhões de cidadãos estão sem renda salarial.

 

Bolsonaro entregou o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca - DNOCS que atua na região Norte e Nordeste do Brasil - onde possui cerca de R$ 1 bilhão em caixa disponível. A seca que enfrenta os cofres públicos da grande maioria dos municípios brasileiros em especial destas regiões Norte e Nordeste poderá ficar ainda pior neste governo sob comando de Jair Bolsonaro.

 

Alianças partidárias de uma nova " base aliada " de governo, é uma tentativa de Bolsonaro em evitar a abertura de um pedido de Impeachment diante da atual conjuntura. O presidente Jair Bolsonaro corre sério risco de cair do governo devido à crise desta pandemia a Covid-19, além do elevado desemprego no país e também da série de investigações que envolvem vários líderes políticos muito próximos de Bolsonaro como do ministros Paulo Guedes , da Economia, Onyz Lorenzoni (DEM/RS), dentre vários outros, incluindo alguns filhos de Jair Bolsonaro suspeitos de estarem envolvidos no caso das Fake news.

 

Bolsonaro repete a política que mafiosos anteriores já praticaram no Brasil: O toma lá dá cá

E acordos ainda não revelados o teor e dimensão com que Jair Bolsonaro em reuniões com o presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia (DEM/RJ) e com o presidente do Senado Federal Davi Alcolumbre (DEM/AP), poderão estarem relacionados à entrega de vários ministérios e cargos outros chave em várias das estatais.

 

O início da fase do toma lá dá cá teve o primeiro grande lance deste governo desastroso de Jair Bolsonaro que repete a linha de alianças partidárias na formação de uma base aliada de governo a exemplo de outros ex-presidentes mafiosos e corruptos que levaram o Brasil ao caos no desemprego, na Saúde; Educação; Segurança Pública e desenvolvimento Econômico e Social, sem contar falta de políticas na área da cultura, esporte, turismo; agricultura; habitação e do combate rigoroso contra a corrupção no Brasil.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar