Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020
Estaria mafiosos querendo criminalizar a Lava - Jato que desmantelou organizações criminosas, bando de ladrões no Brasil
Estaria mafiosos querendo criminalizar a Lava - Jato, que desmantelou quadrilhas e bandos de ladrões do dinheiro público do Brasil
31/07/2020 | 9:11
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Chega ser absurda a tentativa manifesta publicamente no Brasil de algumas lideranças estejam contrárias à continuidade da Operação Lava - Jato que desmantelou e continuam desmantelando quadrilhas de ladrões do dinheiro público deste país chamado: Brasil. Querer transformar o mocinho em vilão , ou seja, transformar a Operação Lava - Jato em uma ação suspeita de que não esteja correspondendo aos interesses da população ao combate á corrupção é algo preocupante e que deixa lacunas de que um provável conluio ou uma ação de lobby por parte de muitos mafiosos e corruptos e de muitas organizações criminosas que foram e que por ventura ainda venham a serem descobertas através das investigações em andamento pela força - tarefa da Operação Lava - Jato; acabem revelando o que há inda por vir de inúmeros atos ilícitos como desde lavagem de dinheiro; corrupção ativa e corrupção passiva; caixa 2 de campanhas políticas e de formação de quadrilhas, organizações criminosas que atuam no Brasil. Quando se deveria ser exatamente ao contrário, ou seja, haver o fortalecimento e incentivo ao trabalho de combate á corrupção no Brasil, se vê notadamente que justamente quem fez discurso pré-eleitoral deste combate à corrupção agora se vê aliado gradativamente à bandos de mafiosos e de corruptos que atuam neste país.

 

O presidente da República Jair Bolsonaro, antes de ser eleito defendia combater a corrupção; mas atualmente aliou-se a partidos com muitos mafiosos e corruptos que estão sendo investigados pela PF e pelo MPF. Dentro de seu governo existem alguns destes aliados ocupando cargos públicos de confiança do governo Bolsonaro. E isto que Bolsonaro discursou ser contra a corrupção e que se chegasse à presidência da República, iria combater com rigor a corrupção. Por enquanto o que se vê é uma avalanche de casos de corrupção na área da Saúde onde muitos já foram presos e alguns deles estão já soltos por decisão principalmente do ministro presidente do STJ João Otávio de Noronha. E dentro do STF ( Supremo Tribunal de Justiça ), decisão do ministro e presidente desta Corte Dias Toffoli ao impedir a continuidade do processo contra o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB), mostra que combater a corrupção no Brasil não é algo tão significativo ou interessante diante de atos como a deste de Dias Toffoli quanto a de outras por exemplo concessões de dezenas de habeas corpus à vários mafiosos e corruptos que tiveram denúncias ao MPF e que a PF os levara à prisão e que em seguida, diversos deles foram beneficiados com concessões de habeas corpus.

 

Portanto, a Operação Lava - jato deve prosseguir em prol deste combate permanente à corrupção no Brasil. Defender o fim da Lava - Jato antes dela cumprir todas as fases investigatórias é querer mostrar estar aliado à mafiosos e corruptos e pior: mostrar que defende práticas criminosas e que prejudicam toda a população deste país.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar