Quinta-feira, 29 de Outubro de 2020
PF leva à prisão mafiosos no Pará; SP; PR; MG e Mato Grosso do Sul. Desvios na Saúde ultrapassam bilhões. 600 mandados de busca e apreensões
PF leva à prisão mafiosos no Pará; SP; PR; MG e do Mato Grosso do Sul. Desvios na Saúde ultrapassam bilhões. 600 mandados de buscas e apreensões
29/09/2020 | 11:10
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Uma ampla varredura contra a corrupção foi realizada na manhã de terça-feira- (29), nos estados do Pará; Minas Gerais; Mato Grosso do Sul; Paraná e São Paulo. A Polícia Federal e Ministério Público Federal (MPF), cumprem mandados de buscas e apreensões nestes estados que chegam a mais de 600 destas buscas e apreensões. Desvios financeiros ultrapassam alguns bilhões sendo que somente num dos contratos atinge mais de R$ 1 bilhão e 200 milhões. Diversas pessoas foram presas outras ainda à caminho de serem presas nesta ampla operação investigatória de combate a corrupção no país. Fraudes em contratos inclusive junto a diversas ONGs que administram hospitais públicos nestes estados. Segundo investigações da PF e do MPF; presenças de irregularidades e fraudes em contratos milionários; superfaturamento; lavagem de dinheiro; corrupção ativa; peculato; organização criminosa e falsidade ideológica constam nestas investigações sobre a máfia que age desviando centenas de milhões dos cofres públicos em plena crise profunda de embate nesta pandemia contra o novo coronavírus Covid-19. Os crimes praticados pelas organizações criminosas e descobertas nestas investigações poderão levar mafiosos e corruptos à mais de 60 anos de prisão diante a gravidade dos atos ilícitos praticados: lavagem de dinheiro; fraudes licitatórias milionárias; organização criminosa; falsidade ideológica e corrupção ativa.

 

PF faz buscas e apreensões em endereços do governador do Pará Helder Barbalho e leva à prisão vários secretários

A Polícia Federal (PF), somente no estado do Pará, realizou na manhã de terça-feira (29), buscas e apreensões em endereços pertencentes ao mafioso e corrupto governador do Pará Hélder Barbalho (MDB) , que é filho do ex-governador e que também anos atrás foi investigado por desvios milionários dos cofres públicos paraense. Foram presos pela Polícia Federal no Pará os secretários de Estado Parsifal de Jesus Pontes ( atual secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia); Antônio de Pádua de Deus Andrade ( Secretário de Estado dos Transportes do Pará); Peter Cassol Silveira ( ex-secretário- Adjunto de Desenvolvimento do Pará, SESPA) e o Assessor da Casa Civil do Governo Helder Barbalho; Leonardo Maia Nascimento. Foram duas destas operações deflagradas pela Polícia Federal (PF) e Ministério Público Federal (MPF): a RAIO-X com o cumprimento de 66 mandados de prisão de mafiosos e corruptos e 275 mandados de buscas e apreensões nestes estados do Pará; São Paulo; Paraná; Mato Grosso do Sul e no Pará; sendo que outa operação levou 76 pessoas à prisão e cumprimento de 278 mandados de buscas e apreensões nestes estados onde ocorrera as ações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal no combate a corrupção. Outras operações amplas de combate a corrupção estão em andamento em vários estados a fim de ampliar esta varredura contra organizações criminosas que praticam desvios; roubos bilionários dos cofres públicos deste país.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar