Sábado, 23 de Janeiro de 2021
Governador de SC Moisés (PSL), escolhe para Casa Civil ex - chefe de gabinete do presidente da Alesc Júlio Garcia (PSD)
29/11/2020 | 9:56
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Ao retornar ao cargo do comando do governo do estado de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), escolheu para assumir a Casa Civil o advogado Eron Giordani - então chefe-de gabinete do presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina- Alesc, Júlio Garcia (PSD), que virou réu na Justiça Federal diante da Operação Alcatraz ( escândalo que estorou dentro da Secretaria de Estado de Administração na gestão do ex-governador de Santa Catarina Raimundo Colombo-PSD), e que atingiu dentre vários nomes o atual presidente da ALESC deputado Júlio Garcia (PSD), denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 

Diante desta indicação de um aliado de Júlio Garcia tido como homem de confiança junto ao gabinete do presidente da Alesc, o governador de Santa Catarina Carlos Moisés (PSL), após enfrentar e escapar de dois processos de impeachment ( um por determinar a isonomia salarial á todos os procuradores de SC e outro pelo caso dos 200 respiradores pulmonares em que os R$ 33 milhões pagos antecipadamente pelo governo Moisés à empresa Veigamed em abril passado e que sequer retornaram aos cofres públicos de Santa Catarina A Polícia Federal (PF), apura o caso assim como o Ministério Público Federal (MPF).

 

Proximidade do Governador Moisés (PSL) com indiciado e réu na Alcatraz mostra risco ao governo de SC

Ao longo dos cerca de 30 dias fora do cargo de governador deixando à vice Daniela Reinehr ( sem partido ), para assumir a função no período até ao julgamento do processo contra Carlos Moisés (PSL), neste período ausente do exercício no executivo Estadual, Carlos Moisés buscou intensificar o diálogo com setores políticos, especialmente junto com lideranças partidárias e com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de santa Catarina- Alesc, deputado Júlio Garcia (PSD).

 

O que é muito estranho é Moisés que entrou no cargo do governo com discurso de mudança e renovação política e administrativa foi justamente esta aproximação política com o presidente da Alesc, Júlio Garcia (PSD), que foi denunciado pelo Ministério Público após ser investigado na Operação Alcatraz em 2018 e que culminou com várias prisões por parte da Polícia Federal (PF) sob determinação do MPF; e onde poucos dias atrás o Supremo Tribunal de Justiça (STJ), negou o foro privilegiado ao deputado e presidente da Alesc Júlio Garcia (PSD), o qual responde a crimes de fraudes em licitações; organização criminosa; lavagem de dinheiro; corrupção ativa e corrupção passiva além de falsidade ideológica, recebimento de propinas no chamado " delivery da propina " .

 

Segundo delação à Justiça Federal e à Polícia Federal, a advogada disse que o escritório de advocacia em Florianópolis foi instalado para servir unicamente para o esquema criminosa da quadrilha; A denúncia à Justiça Federal e à Polícia Federal (PF); esta advogada que atuava junto com outro colega também indiciado diante ao esquema criminoso e fraudulento; destacara que a entrega do dinheiro em " elevadas quantias " era retirado de um banco e logo em seguida entregues à " intermediários " de confiança de Júlio Garcia (PSD), do ex- governador Raimundo Colombo (PSD) e do ex- vice governador Eduardo Pinho Moreira (MDB). Dinheiro público obtido de forma fraudulenta em contratos junto ao Governo de Santa Catarina ( na gestão de Raimundo Colombo -PSD ). O dinheiro era entregues à máfia dentro de caixas de sapato, caixas de uísque, sacolas e até em envelopes pardos, disse a advogada que teve prisão domiciliar decretada pela Justiça Federal.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar