Segunda-Feira, 08 de Março de 2021
SC SOFRE UM DOS MAIORES ASSALTOS AOS COFRES PÚBLICOS DESVENDADOS PELA PF E RECEITA FEDERAL
21/01/2021 | 1:42
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Assalto a uma das agências do Banco do Brasil ocorrido recentemente em Criciúma (SC), parece ser minúsculo diante do que vem sofrendo os cofres públicos do governo estadual de Santa Catarina desde muitas gestões atrás. A Operação Alcatraz em sua segunda fase chamada " Hemorragia ", mostra a dimensão do que ocorre dentro da administração estadual desde várias gestões corruptas e mafiosas anteriores e que somados ao escândalo dos 200 respiradores pagos pelo governo no valor de R$ 33 milhões; realmente demonstram tais ações de desvios ( roubalheira institucionalizada ) do dinheiro público - dinheiro oriundo do povo tanto catarinense como aos que pelo estado passam e deixam somas de contribuições financeiras que acabam indo aos cofres públicos do estado de Santa Catarina, através de impostos; taxas públicas e tarifas públicas diversas.

 

A ação investigatória realizada pela Polícia Federal (PF) e pela Receita Federal além do Ministério Público especialmente nesta Operação " Hemorragia ", mostra mais uma vez quanto é inoperante a fiscalização dos gastos públicos e que uma quietude surpreendente existe há décadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina ( TCE-SC), que sempre aprova as contas públicas -mesmo com tamanhas roubalheiras do dinheiro público como mostram a série destas investigações e também uma quietude ainda mais comprometedora por parte da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina- Alesc. Imaginamos que não haja conluio e que quadrilhas e organizações criminosas que promovem estes literalmente assaltos aos cofres públicos da administração pública do estado de Santa Catarina, não estejam infiltrados dentro da ALESC e também dentro do TCE-SC. Aí, seria demais !

 

É hora de realmente acabar de vez com ações criminosas do gênero : corrupção; propinas milionárias ( como desvendou nesta Operação Hemorragia " onde um dos exemplos de corrupção foi de uma servidora que ocupa ou ocupava algum tempo atrás a gerência de Tecnologia junto a Secretaria de estado da Fazenda e que segundo apurou a PF e Receita Federal, recebeu de propina de duas empresas deste setor de Tecnologia R$ 170 mil reais. Aí fica muito fácil a máquina de corrupção promover desvios milionários e até bilionários prolongando-se por anos, décadas dentro de gestões públicas administrativas. Imagino eu que grande maioria da população especialmente catarinense vendo estes absurdos de roubalheira do dinheiro público - dinheiro de cada contribuinte estadual que a paciência poderá estar no limite em relação à falta de punições legais por parte da Justiça e que a Justiça deixando de promover a verdadeira Justiça, prendendo-os, recuperando os valores desviados, roubados criminosamente dos cofres públicos ( superfaturamentos; pagamentos milionários por serviços não prestados; licitações fraudulentas; conluios, lavagem de dinheiro, formação de quadrilhas e também de organizações criminosas ), que uma hora ou outra, a paciência do povo que está enfrentando desempregos, fome; doença diante desta pandemia ( tem famílias que se quer possui recursos para comprar alimentos ou remédios; pagar aluguéis, tarifas de água e até de energia elétrica); e que tudo isto poderá levar à uma cobrança bem maior por parte desta população.

 

Portanto, é instante da Justiça Brasileira ( STF e STJ ), principalmente deixar de conceder habeas corpus para ladrões, bandidos, mafiosos e corruptos. É hora da Justiça mostrar que não está afetada pelo vírus da corrupção. É hora, instante do povo abrir mais os olhos e ficar mais atentos às práticas delituosas que prejudicam toda a grande maioria da população deste país. E Santa Catarina não fica fora desta realidade. Ou se acaba com a corrupção ou se acaba com que pratica corrupção, fazendo com que se reduza cada vez mais os espaços de atuações de mafiosos e corruptos dentro de instituições públicas deste país. Para não citar outros tipos de ações que ferem a Constituição Federal e os direitos individuais de cidadania. Em países como na China, por exemplo, corrupto vai para ou prisão perpétua ou pena de morte em muitos dos casos. E a China é a maior economia do mundo e está aí dominando tecnologias na área de Saúde e levando muitos países à bancarrota, seja economicamente, seja no aspecto de perdas de vidas, infelizmente devido a pandemia do novo coronavírus Covid-19. E o Brasil sofre duas pandemias: a da Covid-19 e a da corrupção. As duas precisam ser combatidas urgentemente !

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar