Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2022
Brasil e máfia vai de "Rachadinhas; lavagem de dinheiro; caixa 2; sonegação à organizações criminosas "
29/10/2021 | 17:58
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

E são muitas já comprovadas investigações realizadas no Brasil e que mostram a amplitude da atuação de corruptos, mafiosos, que integram muitas das organizações criminosas que atuam no Brasil. E a CPI da Covid no Senado Federal, cujo relatório final foi entregue à Procuradoria-Geral da república (PGR) nesta semana e também ao Ministério Público Federal (MPF), é apenas só mais um capítulo da triste história política- administrativa minada por mafiosos e corruptos que atuam neste país. Em Santa Catarina, nesta semana o Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina ( TCE-SC ), retomou o trabalho em que acusa 7 ex- deputados estaduais que são suspeitos de receberem recursos públicos através de diárias " inidôneas ", ou seja, apresentaram documentos ( notas fiscais falsas ), bem como, sequer muitas das tais diárias serviram efetivamente para exercerem atividades parlamentares. Ao longo do período de 2009 a 2011 foram pagos em diárias um total que ultrapassa a faixa dos R$ 31.000.000,00 milhões de reais somente em diárias.

 

E constam desde viagens nacionais e até internacionais sem que houvesse ligação com a representatividade parlamentar. O Brasil - país dos escândalos e roubalheiras do dinheiro público como descobertos através de investigações realizadas pela Polícia Federal (PF) e Ministério Público Federal ( MPF); tais como desde o Mensalão; Zelotes; , Correios; Fundos de Pensão; Lava Jato e CPI da Covid; sem contar inúmeros outros casos de práticas de roubalheira milionárias dos cofres públicos do país, demonstra que é preciso que a Justiça atue ainda mais fortemente contra os criminosos que praticam estes atos ilícitos contra grande maioria do povo brasileiro.

 

Ex- presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP), na mira da Justiça federal

Seis ex- assessores do senador e ex-presidente do Senado Federal Davi Alcolumbre (DEM-AP), denunciaram terem repassado maior parte dos salários mensais que recebiam ao senador e ex-presidente do Senado federal Davi Alcolumbre ( DEM-AP), segundo reportagem da Revista Veja divulgada na sexta-feira (29). " Hoje tenho vergonha ", disse uma das ex-assessoras de Alcolumbre ( DEM-AP ) que recebia salário mensal de R$ 14 mil reais e que ficava com apenas R$ 900,00 reais ( o restante era repassado ) ao senador Davi Alcolumbre ( DEM-AP). A chamada " Rachadinha " de Davi Alcolumbre rendeu-lhe no período de 5 anos R$ 2 milhões de reais. Além deste esquema criminosa, vergonhoso, ilícito praticado pelo senador Davi Alcolumbre que chegou a ser presidente do Senado federal ( por aí já mostra o grau de representatividade da classe política brasileira junto ao Senado Federal ); e cujo mau exemplo também faz parte de outros parlamentares que estão sob investigações tato da PF;MPF quanto do Supremo Tribunal Federal (STF), sob mesmas semelhanças ilícitas: isto é : a prática ilegal das " Rachadinhas ".

 

E bastaria a Polícia Federal (PF) assim como o MPF ampliar por todo o país se há ou não casos semelhantes sendo praticados ou que já foram praticados nos estados e até em municípios brasileiros e a Justiça atuar junto a quem praticara tais ilícitos. É preciso coibir essas práticas criminosas, ilegais e que envergonham certamente a grande maioria da classe política brasileira. Afinal, nem todos os parlamentares certamente se habituam e possuem o mau caráter de praticar tais ilícitos. Segundo os seis denunciantes contra o senador Davi Alcolumbre, o senador pegava a senha e os cartões bancários dos seus ex-assessores a fim de controlar e obter o recursos financeiros mensalmente. Em Santa Catarina, um parlamentar catarinense é colecionador de cartões bancários, pois chega a ter mais de 30 deles. Se ele pratica ilícitos aí já é outro detalhe. Afinal, o sigilo bancário é legítimo e legal no Brasil.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2022 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar