Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2022
Bolsonaro rumo ao PL do mafioso; corrupto ex-presidiário Valdemar Costa Neto
Bolsonaro rumo ao PL do mafioso, corrupto ex-presidiário Valdemar Costa Neto devido ao Mensalão
09/11/2021 | 18:28
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O presidente da República Jair Bolsonaro que desde novembro de 2019 deixou o PSL e está sem partido, já está praticamente assinando ficha de filiação no PL (Partido Liberal), cuja sigla, é presidida pelo mafioso, corrupto e ex-presidiário ( preso pela Justiça Federal -MPF ) , Valdemar Costa Neto. O político do PL Valdemar Costa Neto; foi um dos investigados na Operação do Mensalão- uma das maiores operações de combate a corrupção do mundo. Valdemar Costa Neto (PL); preside nacionalmente o PL.

 

O início e cumprimento da sentença contra Valdemar Costa Neto foi decretado em 05 de dezembro de 2013, quando o líder do PL teve determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por 5 votos a 4 a prisão por um período de 12 anos e foi reduzida para 7 anos e e 10 meses. O presidente da República Jair Bolsonaro esteve perto de assinar ficha de filiação no Partido Progressista (PP), uma das diversas outras siglas partidárias investigadas no Mensalão e na Lava Jato onde muitos mafiosos e corruptos; foram citados em delações premiadas à PF e ao MPF durante investigações realizadas durante a Operação Lava Jato e também do Mensalão. Jair Bolsonaro vai juntar-se a diversos líderes sob comando do presidente do PL Valdemar Costa Neto (PL).

 

O líder do PL acabou cumprindo parte do período preso, após determinação da Justiça Federal (MPF) e do STF em regime semi aberto. Em seguida, foi para o regime aberto. Em dezembro de 2016, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF, Luis Roberto Barroso, concedeu indulto para o líder do PL Valdemar Costa Neto. No Mensalão, cuja operação foi uma das maiores de combate a corrupção e combate a organizações criminosas que atuam no Brasil há décadas; o líder político do PL Valdemar Costa Neto, foi investigado e condenado por crimes de corrupção passiva e recebimento de propinas. Em depoimento durante o Mensalão, ele chegara a confirmar o recebimento de recursos públicos a exemplo de outros partidos investigados nesta operação do Mensalão.

 

Num dos depoimentos na Justiça Federal e à Polícia Federal (PF); a ex-mulher de Valdemar da Costa Neto; Maria Christina Mendes Caldeira; disse que seu marido à época chegara a " ... jogar até US$ milhão de dólares ..." ( isto mesmo : US$ 1 milhão de dólares ); " ...no Baccarat quando estava no Caribe ", disse. Maria Christina mora em Miami (EUA), onde atua como motorista do UBER utilizando um veículo Focus cor prata e, segundo ela, em uma das únicas declarações à Imprensa brasileira; teve que ir para os Estados Unidos temendo ameaças de morte do ex-marido mafioso e corrupto.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2022 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar