Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
Hospitais superlotados em SC
Até em corredores pacientes recebem cuidados devido à falta de leitos. Crise é grave na Saúde em Santa Catarina
13/11/2013 | 22:30
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Um quadro desolador. Salas de emergências lotadas onde pessoas estão à espera por um atendimento. Fora dos prédios hospitalares como no caso do Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis, referência estadual em atendimentos especializados e de emergência, presenças de pacientes em corredores deitados em macas recebendo o atendimento.

 

Lá fora, muitas pessoas sentadas em bancos de madeira junto a calçada precária com cobertura também precária; estas pessoas aguardavam durante a última terça-feira,12, o instante para receber o atendimento à saúde. Profissionais tanto da área médica e também de enfermagem prestavam atenção plena, buscando minimizar o sofrimento de pacientes diante as circunstâncias de saúde de cada destas pessoas ali presentes.

 

Hospitais em todo o Estado de SC precisam ser ampliados

Assim é o dia a dia da grande maioria da rede hospitalar que atende pelo Sistema Único de Saúde- SUS em Santa Catarina. Faltam leitos. Faltam salas de UTIs. Faltam também mais aparelhos especializados e as dificuldades atingem também à falta de maior número de profissionais para prestarem o atendimento mais ágil aos pacientes.

 

Na sala de espera de emergência do Hospital Regional de São José, sequer possui álcool para higienização das mãos e também há falta de cadeiras de rodas para facilitar o deslocamento de pessoas que venham ncessitar deste tipo de equipamento. O que existe ali é insuficiente. E a situação abrange outras unidades hospitalares pelo interior do Estado Catarinense.

 

Há um clamor pleno da sociedade catarinense em prol de melhorias na área da Saúde pública em todo o estado. Na questão do atendimento à vítimas de queimaduras, a situação é preocupante. Não há leitos e UTIs suficientes e recenemente uma criança de 4 anos morreu depois de esperar seis dias por um leito de UTI especializado- algo que não chegou acontecer e a criança foi à óbito.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar