Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018
Ministro Gilmar Mendes (STF) manda soltar corruptos e mafiosos no Rio de Janeiro
Ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PR) e o presidente do PR, Antonio Carlos Rodrigues (PR), saem da prisão por determinação de Gilmar Mendes (STF)
23/12/2017 | 0:51
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, suspeito de ser um dos fortes aliados da máfia no Brasil; comprovou novamente esta suspeição ao mandar sair da prisão o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) e também o presidente nacional do Partido da República (PR), Antônio Carlos Rodrigues. Os dois corruptos e mafiosos beneficiados pela decisão de Gilmar Mendes vão para prisão " domiciliar ".

 

Esta decisão saiu na sexta-feira (21), véspera de Natal e Ano Novo. Literalmente, um presentão do ministro do STF Gilmar Mendes a estes dois mafiosos e corruptos que respondem vários processos na Justiça por prática de crimes de corrupção; lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, além de uso de recursos de caixa dois em campanhas políticas.

 

Tanto Anthony Garotinho quanto Antônio Carlos Rodrigues (PR), vão utilizar tornozeleira eletrônica e terão monitoramento 24 horas por dia. Poucas semanas atrás foi solta da prisão a mulher de Anthony Garotinho, a ex-governadora do Rio de Janeiro Rosinha Matheus (PR) e que também em presídio domiciliar utiliza tornozeleira eletrônica.

 

Assim como estes dois corruptos que beneficiaram-se da decisão do ministro Gilmar Mendes (STF)- uma decisão monocrática por parte de Gilmar Mendes e que igualmente procedeu-se em favor de vários outros mafiosos e corruptos que tiveram o mesmo benefício prestado por decisão do ministro Gilmar Mendes (STF). Decisões estas que contrariam em muito opiniões de outros ministros do próprio STF e já manifestadas publicamente pela Imprensa. Enquanto isto, a ministra do STF Carmem Lúcia não aceitou pedido de defesa do mafioso e corrupto deputado federal , ex-prefeito e ex-governador de São Paulo (P), Paulo Maluf (PP), que responde por vários crimes na Justiça desde muitos anos.

 

O pedido da defesa de Maluf (PP), era pela soltura. Paulo Maluf (PP), vai permanecer no presídio da Papuda, em Brasília (DF). Paulo Maluf (PP), - um dos principais líderes do Partido Progressista (PP) e aliados de governos corruptos de Lula, Dilma, ambos do PT e do atual Michel Temer (PMDB), vai passar o Natal e Ano Novo na prisão. Maluf (PP) responde a processos por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, desvios financeiros públicos milionários, falsidade ideológica, dentre outros crimes.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar