Sábado, 21 de Julho de 2018
Amazonas - Ex-secretária de Estado que ficou milionária é presa por corrupção
Operação " Concreto Armado ", levou à prisão ex-secretária de Estado do Amazonas. Em São Paulo (SP), 7 pessoas viram réus por cartel no Metro
18/04/2018 | 19:11
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O combate a corrupção no Brasil não dá trégua aos corruptos e mafiosos que promovem roubalheira milionária dos cofres públicos por todo o país. Os mais recentes casos desta semana envolvem a prisão da ex-secretária de Estado do Estado do Amazonas. O Ministério Público do Amazonas juntamente com parceria da Polícia Civil e do GAECO, atuaram na operação "Concreto Armado" que levou para a prisão a ex-secretária de Infraestrutura do Amazonas Waldívia Alencar.

 

Outros 21 mandado de buscas e apreensão foram emitidos pela Justiça amazonense. Fraudes em licitações milionárias além de superfaturamentos em obras e serviços públicos no Amazonas foram detectados nas investigações da Justiça. E ainda na semana o destaque sobre as ações de combate a corrupção no Brasil foi sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que acatou a denúncia contra o senador Aécio Neves (PSDB).

 

No Rio de Janeiro, novamente a Justiça ouve depoimentos dos ex-governadores do Rio de Janeiro Rosinha Garotinho e do marido Anthony Garotinho (PR), sobre denúncias de pagamentos milionários de propinas em que Ricardo Saud delatou repassando R$40 milhões para uso do casal em campanhas políticas. Em São Paulo, a Justiça determinou que sete executivos virassem réus diante de denúncias de corrupção nas linhas do Metro.

 

E destaque ainda para a possibilidade de que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu PT), possa retornar à prisão, fato que poderá também recair sobre o ex-governador de São Paulo, deputado federal Paulo Maluf (PP), o qual está em prisão domiciliar após ficar algumas semanas presos num dos presídios em Brasília (DF). Outra decisão importante da Justiça foi a cassação dos cargos dos governador Marcelo Mirana e da sua vice Claudia Lelis por uso de dinheiro em forma de caixa dois de campanha política.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar