Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Dengue continua sendo grande ameaça à saúde da população brasileira. Aumento de casos da doença assusta
Dengue mata e portanto, precisa ser amplamente combatido o mosquito transmissor da doença. Mais ainda: prevenção !
26/11/2019 | 10:45
Postado por: Destaque Catarina
A- A+
O número de pessoas que sofreram a transmissão da dengue através de picada do mosquito Aedes aegypti no Brasil durante este ano de 2019 ultrapassa a faixa de 1 milhão e 700 mil pessoas sendo  que os estados onde há mais registros de casos da dengue são São Paulo com mais de 483 mil registros; Minas Gerais com 441 mil casos da doença e Goiás com mais de 114 mil casos de dengue. Outros estados como Rio de Janeiro; Bahia; Paraná; Santa Catarina; Rio Grande do Sul; Maranhão; Pernambuco; Pará; Amazonas; Ceará dentre vários outros estados como Mato Grosso e Mato Grosso do Sul assim como no Tocantins; o número de casos de dengue são crescentes se comparados ao mesmo período do ano anterior.
 
 
Diante desta realidade que a dengue segue sendo uma constante ameaça à saúde da população brasileira e com a chegada do Verão onde as chuvas em geral são mais frequentes e, portanto, exigem maiores cuidados preventivos em relação à água parada - o que facilita a proliferação do mosquito transmissor da Dengue - o Aedes Aegypti. 
 
 
Em Santa Catarina; a DIVE - Diretoria de Vigilância Epidemiológica vem mantendo todo um dedicado trabalho nesta área relacionada com a Dengue, destacando uma listagem com as cidades catarinense em que há desde baixo, médio e alto risco com a Dengue.  As cidades com maior concentração destes riscos de Dengue; estão localizadas na região Oeste de Santa Catarina e no Litoral Catarinense.
 
 
Na listagem de alto risco constam Camboriú; Irati; Bom Jesus; Caibi; Quilombo; Coronel Freitas; Nova Erechim; Santiago do Sul; São Bernardino e São Carlos. Já, na listagem de médio risco estão entre várias cidades Itapema; Itajaí; Chapecó; Navegantes; Porto Belo; Pinhalzinho; Palmitos; Xaxim; Xanxerê; São José e Florianópolis. Outras grandes cidades como Blumenau; Joinville; Criciúma; Tubarão e Lages; por exemplo, apesar de contar com registros de focos de Dengue, não constavam da listagem.
 
Foto: G1
Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar