Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020
Brasil atinge catastrófica marca de 100.000 mil mortes pela " gripezinha ", dita por Bolsonaro - a Covid - 19 e são perto de 3.000.000 milhões de contágios
Brasil registra mais de 100.000 mil mortes pela " gripezinha " dita pelo presidente Jair Bolsonaro. País perto de 3.000.000 milhões de contágios
09/08/2020 | 22:08
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A catástrofe no Brasil com mais de 100.000 mil mortes pelo novo coronavírus Covid-19, registrado no sábado (08), véspera do Dia dos País, onde o país aproxima-se de 3.000.000 milhões de contágios pela Covid-19 faz com que esta doença grave fosse chamada de " gripezinha " pelo presidente da República Jair Bolsonaro. O presidente da república Jair Bolsonaro manifestava-se publicamente desdenhando a gravidade da doença e até abusando saindo do Palácio do Governo; sem o uso de máscara de proteção à Covid- 19; quando justamente no período em que a pandemia já registrava milhares de mortes.

 

Desde março O Brasil vem sofrendo perdas de vida que diariamente ultrapassam mais de 1.000 mortes por dia.; O Brasil em que o Ministério da Saúde sequer possui desde meses atrás um ministro titular e exatamente em pleno período mais grave desde a saída de Luiz Henrique Mandetta deste ministério. O Brasil é o segundo país com maior número de mortos pelo novo coronavírus Covid-19.

 

Os Estados Unidos é o país com maior número de mortes pela Covid-19 ultrapassando mais de 185.000 mil mortes e onde a doença vem se alastrando em vários estados do país norte-americano. Lá também o presidente Donaldo Covid-19. Trump até poucas semanas atrás não utilizava máscara de proteção e estimulava a população dos Estados Unidos à saírem às ruas e aglomerando-se sem aplicação de medidas restritivas de proteção á população norte-americana. No Brasil, igualmente a situação é bem semelhante e onde a pressão de setores produtivos estimulam governo tanto federal, estaduais e municipais a não adotarem medidas mais restritivas para evitar o contágio do novo coronavírus Covid-19.

 

A pandemia da Covid-19 avança e assustadoramente em todo o mundo onde vários países como Espanha; Reino Unido; Alemanha; estados Unidos, a pandemia retoma numa espécie de segunda onda aumentando o número de casos da doença e de vítimas fatais. O Brasil sem uma efetiva política de saúde pública, sem ação governamentais coloca a população deste país diante da vulnerabilidade e basta ver os números com mais de 100.000 mil mortes em apenas quatro meses e meio desta pandemia no país e onde perto de 3.000.000 milhões de pessoas pegaram a doença através do novo coronavírus Covid-19.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar