Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020
Brasil já sente efeito da segunda onda da Covid-19
Brasil já sente segunda onda da Covid-19. Aumento de casos acelerado em várias regiões do país comparado ao início da pandemia
11/10/2020 | 18:26
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A pandemia do novo coronavírus Covid-19 continua presente e de forma acelerada no Brasil e deixa preocupado autoridades da área de Saúde no país. A segunda onda da pandemia da Covid-19 está em pleno reinício em várias regiões do Brasil. Em Porto Alegre (RS), a ocupação dos leitos de UTIs está na ordem de 86,01% da capacidade. Em Londrina (PR), já não há mais leitos de UTIs nem no Hospital Universitário (HU) e nem no Hospital da Santa Casa onde sequer há disponibilidade de leitos de enfermagem.

 

Em Manaus (AM), onde foi o epicentro inicial da pandemia da Covid-19 no Brasil a situação já é de emergência total. Em São Paulo assim como no Rio de Janeiro e também em Belém (PA), a situação começa agravar-se dia - a - dia com aumento de casos de contágios pelo novo coronavírus Covid-19. O Brasil já registra mais de 5.000.000 milhões de casos de contágios pela doença do novo coronavírus Covid-19 e onde mais de 150.198 mil pessoas foram a óbito diante desta doença que vem deixando um rastro de mortes em todo o mundo. Na Europa, vários países já estão adotando medidas extremamente restritivas. Na Espanha assim como na França; Alemanha; Portugal e no Reino Unido, governos destes países estão adotando uma série de restrições e até lockdown. Em Madri ( Espanha ); foi invocado o estado de emergência.

 

Brasil diante de segunda onda da pandemia de Covid-19, trata a pandemia como se fosse a " gripezinha " de Bolsonaro

Em Portugal, a rapidez do aumento de novos contágios está sendo muito mais rápido do que ao comparado no início desta pandemia e isto levou o governo deste país a ter que se preparar rapidamente para aumentar o trabalho de atendimento aos novos casos que estão surgindo no país. O primeiro -ministro de Portugal António Costa, já havia antecipado esta segunda onda da Covid- 19 há cerca de 60 dias e disse que a " sociedade não suportará " outro confinamento como ao vivido entre março a maio devido à pandemia de Covid-19. O premiê pediu para que a população se prepare para " evitar o pior " nos meses de outono e inverno que já está começando na Europa.

 

A região de Lisboa e do Tejo vem apresentando um acréscimo na ordem de mais de 76% de aumento de casos. E a Organização Mundial de Saúde (OMS), preconiza que para cada caso atestado positivo de Covid-19 haja pelo menos cerca de 8 a 10 casos da doença. Ou seja, o número de portadores do novo coronavírus Covid- 19 é muito bem maior do que vem sendo oficialmente divulgado pelas autoridades estaduais no Brasil. Isto é: a situação é muito mais grave do que está sendo tratada esta realidade no Brasil. Diante da abrangência de retomada das mais diversas atividades no Brasil, incluindo até parte do retorno às aulas em várias regiões deste país, o que se pode prever é algo avassalador em termos de novos e rápidos aumentos de contágios pela Covid-9 e , por consequência maior número de mortes diárias em todo o Brasil, infelizmente.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar