Sábado, 23 de Janeiro de 2021
Presença do vírus da Covid-19 em mais de 100 escolas do Rio (RJ) , leva sindicato pedir imediata suspensão de atividades
23/11/2020 | 19:19
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Enquanto a pandemia do novo coronavírus Covid-19 avança em todo o Brasil e o restante do mundo com a segunda onda desta pandemia; no Rio de Janeiro; mais de 100 escolas tiveram registros da presença do vírus Covid-19 desde que o governo do Rio autorizou o retorno recente das atividades pedagógicas-escolares. O Sindicato dos Professores do Rio de Janeiro (SEPE), pediu na segunda-feira (23), imediata suspensão das atividades escolares diante o aumento assustador do novo coronavírus Covid-19 na grande maioria das unidades escolares do Rio de Janeiro (RJ).

 

O quadro desta pandemia da Covid-19 é preocupante e que levou o sindicato da categoria requerer imediata suspensão das atividades presenciais como forma de preservar a saúde e a vida nas comunidades escolares, bem como; contribuir para diminuição dos níveis de contágios que se encontram em alta velocidades no Rio de Janeiro e que é extremamente preocupante.


Em Santa Catarina, ao contrário do Rio; governo autoriza retomada de atividades em regiões de gravíssimo risco

O governo do Estado de Santa Catarina, sob comando atual de Daniela Reinher, autorizou no sábado (21), a retomada de atividades escolares presenciais a partir de segunda-feira (23), em unidades escolares da rede de ensino em regiões com nível de risco em cor laranja ( que representa como sendo grave a situação da pandemia da Covid-19) e de atividades pedagógicas em regiões de cor vermelha - ( que representa risco gravíssimo de contágio da Covid-19), desde que segundo o governo através de uma portaria editada no sábado (21), estejam as escolas com um plano de contingenciamento e regramento já definidos para combater a doença - neste caso o novo coronavírus Covid-19.

 

O Ministério Público do Estado de Santa Catarina (MPSC), acabou acatando solicitação do governo do estado de Santa Catarina que pedia a autorização para volta às aulas mesmo diante de um quadro preocupante e gravíssimo em muitas regiões de Santa Catarina onde a situação do agravamento do avanço de contágios já compromete a ocupação de leitos de UTIs em hospitais das regiões da Grande Florianópolis; Itajaí; Blumenau; Joinville; Lages; Balneário Camboriú; Itapema; além de vários municípios das regiões do Oeste e do Meio- Oeste Catarinense. Santa Catarina já registra mais de 3.471 mortes pela Covid-19 e mais de 327 mil casos da doença.

 

Há uma enorme resistência por parte tanto de pais e de alunos quanto ao retorno presencial de atividades escolares em plena crise desta pandemia do novo coronavírus Covid-19 - crise pela qual é a maior desde o início desta pandemia da Covid-19 em Santa Catarina e a exemplo do que vem ocorrendo tanto na Europa quanto nos Estados Unidos e na maioria dos estados brasileiros.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar