Segunda-Feira, 08 de Março de 2021
Catástrofe da Covid-19 vira caos no Amazonas, Pará e avança pelo país
21/01/2021 | 22:59
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A situação da pandemia da Covid-19 é aterrorizante no estado do Amazonas e Pará e já avança por outras regiões do Brasil. Nas últimas 24 hs, foram registradas 1.382 mortes pela Covid-19 em todo o país que já possui mais de 214.000 mil óbitos pela doença. Em Manaus (AM), a situação é mais do que crítica. Praticamente; não há mais leitos de UTIs disponíveis ao atendimento de pacientes infectados pela Covid-19. Centenas de pacientes são atendidos em corredores de vários hospitais e unidades de Pronto Atendimento á Saúde em Manaus. Falta oxigênio medicinal em diversas cidades do estado do Amazonas e no Pará. A carga de oxigênio de 113 mil metros cúbicos que chegou a Manaus oriunda da Venezuela, doada pelo governo venezuelano de Nicolás Maduro, dará para uso no máximo de 36 horas para atender pacientes internados em hospitais de Manaus (AM).

 

Cilindros com oxigênio chegam à Manaus oriundos de doações de várias regiões do país e o Ministério da Saúde também está providenciando medidas de apoio ao governo do Amazonas e do Pará - os que mais estão sentindo neste momento crítico a situação do avanço da Covid-19. Mas, outros estados começam sentir forte avanço da Covid-19 como São Paulo em que dez municípios já não Nas últimas 24 hs, o Brasil registrou mais de 1.200 óbitos pela Covid-19. Na rede hospitalar do Amazonas 574 pacientes aguardam um leito para internamento. Foram 148 óbitos em um dia em Manaus (AM), durante a quarta-feira (20). O Amazonas já registrou até agora mais de 6.540 mortes pela Covid-19. Centenas de pacientes com a Covid-19 estão sendo transferidos para outros estados do país como Goiás; Piauí; dentre outros.

 

Desespero, ansiedade, angústia; revolta de parentes de muitos pacientes portadores da Covid-19, mostra o reflexo da realidade precária diante da falta preventiva e preparatória por parte de governos, sejam federal, estaduais e municipais na maioria dos estados brasileiros. Equipes que atuam na rede hospitalar e básica de saúde em todo o Brasil estão sentindo este efeito do colapso devido ao aumento avanço avassalador da pandemia da Covid-19 no Brasil; principalmente nestas últimas duas semanas. Enquanto as vacinas não chegam em sua totalidade necessária para imunizar cerca de pelo menos 200.000 milhões de brasileiros; mesmo nesta primeira etapa já iniciada de imunização no Brasil, e diante da falta segura de quando virão novas remessas de insumos farmacêuticos tanto da China quanto da Índia para que no Brasil, se produzam as vacinas; a situação da pandemia no Brasil continua sendo agravada a cada dia que passa.

 

Portanto, é necessário que a população brasileira busque o máximo de cuidados preventivos para evitar a doença como ao uso de máscara, evitar aglomerações, manter, portanto, distanciamento social; usar álcool em gel e estar atentos à manutenção de higienização constante das mãos evitando levá-las aos olhos, boca e nariz sem antes realizar a higienização plena e segura com água e sabão, sabonete e ou álcool em gel. Importante também observar limpeza e higienização de ambientes e produtos, utensílios, pacotes e sacolas que cheguem de mercados ou lojas; embalagens de produtos alimentícios; telefone; mesas, balcões; calçados e vestuários; utensílios domésticos; celulares, computadores, enfim, tudo àquilo que se possa tocar em si, deverá estar seguro em relação á higienização contra o vírus da Covid-19. Enfim, uma série de situações em que a pessoas deve estar plenamente constantemente alerta para manter os cuidados a evitar o vírus da Covid-19.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar