DECISÃO DE TOFFOLI (STF) É A MAIS TRÁGICA E VERGONHOSA DA HISTÓRIA

O ex- Advogado da Central Única dos Trabalhadores ( CUT ); que atuou também como ex-Assessor parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo; bem como, atuou também como ex- Assessor Jurídico da Liderança do PT na Câmara Federal; além de atuar também como Advogado nas campanhas de Lula (PT), em 1998; 2002 e 2006 sendo indicado pelo presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para atuar anteriormente como Advogado-Geral da União, protagonizou recentemente a mais vergonhosa decisão como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), ao ANULAR, isto mesmo: ANULAR as provas dos acordos de leniência da maior operação investigatória contra a corrupção, contra as organizações criminosas e contra a máfia que foram investigados por vários anos pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal (PF), em todo o BRASIL.

 

O ministro Dias Tofoli (STF), diante desta decisão abriu um profundo abismo de dúvidas sobre esta sua decisão em tentar uma espécie de abafamento, literalmente enterrar todo um amplo e complexo, porém, eficiente trabalho do Ministério Público Federal (MPF) e também da Polícia Federal (PF), ao combate a corrupção; lavagem de dinheiro e de organizações criminosas investigados durante o período da Operação Lava Jato - uma das maiores do gênero no mundo. A decisão do ministro do STF, Dias Toffoli, foi tão vergonhosa por ser coincidentemente oriunda justamente de um membro da área jurídica que por décadas realizou serviços ao Partido dos Trabalhadores (PT). A Lava Jato investigou pelo menos mafiosos, corruptos de 33 partidos políticos elevou à prisão dezenas de políticos , empresários e doleiros denunciados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Investigações na Lava Jato feitas pelo MPF e da PF apontaram desvios de dezenas de bilhões dos cofres públicos.

 

ANPR INGRESSA COM RECURSO CONTRA DECISÃO DE TOFFOLI (STF QUE FOI EX-ASSESSOR DO PT

Agora, a Associação Nacional dos Procuradores da República ( ANRP ), ingressaram com recurso na Justiça diante desta decisão escrupulosa, ridícula do ministro do STF Dias Toffoli - cuja trajetória profissional manteve larga escala de serviços ao PT e ao presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Toffoli (STF), ao propor uma anulação por completo dos acordos firmados na Operação da Lava Jato, favorecendo uma gama enorme de mafiosos, corruptos, cujas organizações criminosas provocaram desvios bilionários aos cofres públicos do Brasil, demonstra de que o combate a corrupção, aos desvios, a roubalheira do dinheiro público no Brasil, parece ser algo que não encontra sequer punições ou agravantes e que desta forma; corrupção; desvios financeiros dos cofres públicos, lavagem de dinheiro e formação de organizações criminosas no Brasil é algo tido como sendo \" normal \". Mas, não é algo \" normal \", não !. Roubar dinheiro público, lavagem de dinheiro; corrupção ativa e corrupção passiva; bem como, fraudes licitatórias; uso de laranjas para branquear dinheiro, incluindo recursos financeiros públicos; ambas práticas são segundo a Constituição Federal crime e crimes gravíssimos. Afinal, os prejuízos à sociedade brasileira são incalculáveis DIANTE DESTAS PRÁTICAS CRIMINOSAS.