ISRAEL COMETE INFANTICÍDIO EM GAZA DENUNCIA ÁFRICA DO SUL

SITUAÇÃO NA FAIXA DE GAZA É ESTARRECEDORA DIANTE DOS ATAQUES DAS FORÇAS DE ISRAEL. GOVERNO DA ÁFRICA DO SUL DENUNCIOU À ORGANIZAÇÃO HUMANITÁRIA INTERNACIONAL O INFANTICÍDIO POR ISRAEL NA FAIXA DE GAZA. CERCA DE 11.600 CRIANÇAS PALESTINIANAS MORRERAM NESTA GUERRA QUE DURA DE CERCA DE 3 MESES ENTRE ISRAEL E GRUPO DO HAMAS. SÃO MAIS DE 25.600 PALESTIANOS MORTOS E OUTROS MAIS DE 85.000 PALESTINIANOS FERIDOS DEVIDO AOS BOMBARDEIOS ISRAELENSES. POR OUTRO LADO ISRAELENSE, ALÉM DOS CERCA DE 1.420 VÍTIMAS DO ATAQUE TERRORISTA DE OUTUBRO PASSADO, CERCA DE 350 SOLDADOS ISRAELENSES MORRERAM E OUTROS MAIS DE 750 FICARAM FERIDOS. A DESTRUIÇÃO NA FAIXA DE GAZA É ALGO SÓ COMPARADO AO QUE OCORREU EM ALEPO, NA SÍRIA ONDE NÃO RESTOU SEQUER UM PRÉDIO EM PÉ. TUDO SENDO DESTRUÍDO, VARRIDO COMO VEM SENDO FEITO POR ISRAEL NA FAIXA DE GAZA.

A FALTA DE ALIMENTOS, FALTA DE ÁGUA, AGASALHOS DIANTE FRIO INTENSO QUE ATINGE A REGIÃO NESTA GUERRA, AUMENTO ASSUSTADOR DE DOENÇAS, FALTA DE MEDICAMENTOS, INSUMOS, EQUIPAMENTOS DE SAÚDE E DE EQUIPES PARA SALVAR PALESTIANOS, RESULTAM NESTE AGRAVAMENTO DA GUERRA ENTRE ISRAEL E HAMAS. CRIANÇAS FERIDAS, ENSANGUENTADAS MUITAS COM FRATURAS EXPOSTAS, OUTRAS COM PARTE DO CORPO QUEIMADAS DEVIDO EFEITOS DOS BOMBARDEIOS, MOSTRAM A REALIDADE DESTA GUERRA NA FAIXA DE FAZA. DESESPERO PERMANENTE, MEDO E TERROR. PALESTINIANOS SENDO ENCURRALADOS AO SUL DE GAZA PELAS FORÇAS MILITARES DE ISRAEL. ACUADOS, MAIS DE 2.050.000 MILHÕES DE PALESTINIANOS CORREM O RISCO DE MORREREM NOS PRÓXIMOS MESES EM CASO NÃO HAJA O FIM DESTA GUERRA. GOVERNOS DE VÁRIOS PAÍSES DEFENDEM A CRIAÇÃO DE UM ESTADO PALESTINO E ASSIM, IMPLANTAR UM GOVERNO DEMOCRÁTICI, RESTAURAR O TERRITÓRIO PALESYINO E ENCERRAR A GUERRA.